Reclamação:Estacionamento do Aeroporto Antonio Carlos Jobim

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa
ATENÇÃO: Muitos usuários do estacionamento do aeroporto podem estar sendo vítimas de cobranças indevidas. Leia atentamente o texto abaixo:

Até Setembro de 2011 os preços praticados no estacionamento do Aeroporto Galeão eram os seguintes:

  • Diária - Primeiro dia: R$29,00. Dias seguintes: R$12,00/dia.
  • Fração - 3 primeiras horas: R$6,00. Hora excedente: R$2,00/hora.

A partir de outubro os preços saltaram de R$12,00 para R$50,00 por dia, pegando muitos usuários de surpresa na hora de receberem a conta de estacionamento.

A princípio, os reajustes, mesmo sendo altíssimos, não são ilegais. O problema é que a administração do estacionamento não divulgou os novos preços de forma clara, prova disso é que vários usuários acabaram caindo na "pegadinha", tendo que pagar valores, em alguns casos, valores mais caros que a própria passagem de avião!

Não existem alternativas para estacionar nas redondezas do aeroporto nem transporte publico eficiente para chegar ao local. Em consequência disso, muita gente estacionava o carro particular no Galeão durante os dias em que passava viajando, que, na maioria das vezes, saia mais barato que pegar um táxi de ida e volta.

Justificativa para o aumento

Devido ao fato de muitas pessoas deixarem o carro ocupando as vagas por alguns dias, quem ia deixar ou buscar alguém encontrava dificuldade em achar um lugar para estacionar. O aumento tem por objetivo reduzir o numero de carros que ocupam por dias tais vagas, o que faz certo sentido, já que a INFRAERO decidiu não investir na ampliação do número de vagas. Porém, durante o processo, vários usuários foram prejudicados porque a administradora do estacionamento não soube informar corretamente o usuário e este só ficou sabendo do aumento na hora de pagar.

Notícias

  • 13/10/2011 - Vários usuários do estacionamento escreveram para o jornal O Globo, relatando cobranças abusivas. As cartas saíram no jornal de terça, quarta e quinta-feira (11 a 13/10/2011). Seguem os relatos:
    • 11/11/2011 - Cobrança abusiva - Deparei-me com uma situação deplorá­vel, frente ao discurso do governo federal de combate à inflação. Viajei para Brasilia, e deixei meu carro no estacionamento do Ae­roporto Internacional Tom Jobim, ou Ga­leão. Entrei no estacionamento às 6h23m do dia 6/10 e sai às 15h25m do dia 7/10. Pe­las 33 horas em que meu carro permaneceu no estacionamento do aeroporto, a Infraero cobrou-me R$ 100! Mais do que um assalto, essa cobrança revela o absoluto descontro­le do governo na fiscalização da atuação das empresas estatais. MAURO BENTES/Rio
    • 12/11/2011 - Abuso no Galeão - Solidarizo-me ao sr. Mauro Bentes (11/10). Num aeroporto como o Galeão, abandonado, onde esteiras rolantes e ele­vadores raramente funcionam, capim nasce no cimento do estacionamento, vagas para deficientes e idosos "ocupadas" irregular­mente sem fiscalização da Infraero, alimen­tação carissima. Agora vem o escandaloso aumento de seu estacionamento. A cada 15 dias, deixo meu carro por três dias naquele estacionamento. Antes, pagava em torno de R$ 75; agora me achacaram em R$ 190. A quem recorrer? Isto é caso de policia.MAURO CESAR LOUZADA DA COSTA/Rio
    • 12/11/2011 - Cheguei ao Galeão dia l/lO, retirei meu tique­te, fui a Porto Alegre a trabalho e retomei ao Rio no dia 3/10. Quando fui pagar, a grande sur­presa: uma nova tabela de valores. A diária que custava R$ 29 passou para R$ 50, e eu, que fa­ço com frequência essas viagens por todo o Brasil deixando meu carro lá, sempre paguei R$ 41. "Senhor, R$ 100", disse-me a funcionária do guichê. Respondi: "Como cem reais se pago sempre R$ 41? Isso está errado." Ouvi dela: "Senhor, é que houve um aumento, olhe aqui a tabela nova." Como pode uma concessionária particular ter essa autonomia de achacar a população já sofrida pelos impostos abusivos? Acho inconcebivel a Infraero não tomar pro­vidências com essa concessionária que está enriquecendo ilicitamente às custas do povo. WENDEL DE PAIVA / Rio
    • 13/11/2011 - Abuso no Galeão - Viajei com minha familia em 6/10, retornan­do em 10/10, no Aeroporto do Galeão. Antes, fui informada do valor das diárias dos dois veiculos estacionados no aeroporto: R$ 176. Reservamos o valor. Ao chegarmos, informa­ram-nos que pagariamos R$ 460. Sem dinhei­ro, fomos ao balcão da Infraero. Funcionários educados, mas ao nos dirigirmos ao "super­visor do aeroporto em andamento", ouvimos: "Pague e vá atrás de seus direitos." Explica­mos que não tinhamos dinheiro. Resposta: "Daqui os carros não saem. A única saída é irem para a Justiça." Caramba! Virou rotina ir para a Justiça Onde estão o bom-senso, o diá­logo, o respeito às pessoas? Por que pessoas que deveriam estar preparadas para mediar situações são ditadoras e extremistas? Eu não quero pequenas causas. Quero interpretações e decisões. Rápidas e sem constrangimentos! DALVA LÚCIA SILVEIRA GUIMARÃES / Rio
    • 13/11/2011 - Uso com frequência o estacionamento do Aeroporto Internacional do Galeão, e assim como os leitores Mauro Bentes (11/10), Mau­ro Cesar e Wendel de Paiva (12/10), venho manifestar minha total indignação com o va­lor absurdo no percentual de reajuste prati­cado em outubro de 2011. A solução para a inexistência de vagas, a má iluminação e a pavimentação degradada é o aumento extor­sivo no estacionamento. Pagávamos R$ 29 pelo primeiro dia e, após, R$ 12 para os dias subsequentes. Por uma semana gastava-se R$ 77; hoje, abusivos R$ 240. Resultado: mais de 200% pelo mesmo periodo. Assim fi­ca fácil resolver o problema. ANTONIO PEDRO BARRETO / Rio
    • 13/11/2011 - Utilizo o estacionamento do Galeão há qua­tro anos, quase toda semana, entrando na sex­ta-feira, por volta das 18h, e saindo no domin­go, em tomo das 22h. O valor cobrado por este periodo era de R$ 53. Qual não foi minha sur­presa quando, no último domingo (9/10), a fun­cionária me apresentou por este mesmo perio­do uma conta de R$ 150, ou seja, um aumento de 183%! Fiquei revoltada e fui procurar a In­fraero. O supervisor disse-me que o aumento era legal e constava na tabela, na entrada do estacionamento. A meu ver, um aumento desta natureza deveria ser divulgado, com justa an­tecedência, para que o consumidor decidisse se utilizaria ou não o serviço. Da forma como foi feito, fixando-se uma folha de papel tama­nho A4 na cabine de entrada, sem destaque ou aviso, constitui-se em armadilha para os incautos, um assalto a mão desarmada. DEBORAH DE SOUZA SCHRODER / Rio
    • 13/11/2011 - Leitores têm reclamado do aumento das ta­rifas no estacionamento do Galeão. Embora a melhor solução fosse o aumento das vagas, ela não é factivel a curto prazo. lamentavel­mente, seria a única solução. O que estava acontecendo é que valia mais a pena estacio­nar o carro, viajar e buscá-lo, do que pagar o táxi. Com isso, em véspera de fins de semana e feriados, o estacionamento lotava, e quem queria deixar o carro por pouco tempo para pegar ou deixar alguém, ou fazer um voo com ida e volta no mesmo dia a trabalho, não con­seguia estacionar. Namoro uma gaúcha e sem­pre que ia pegâ-Ia não havia vagas. E basta pa­rar em frente ao desembarque para receber al­guém que se é vitima dos guardas municipais, ávidos por multas ou por um "café". A solução é aumento de vagas e preços baixos! Mas isso é querer demais dos nossos gestores ... RAPHAEL CÂMARA MEDEIROS PARENTE / Rio

Depoimentos

Cheguei ao estacionamento do Galeão dia 10/11 às 10:41h e sai dia 17/11 às 10:46h. Primeiramente por ter usado 5 min de um outro dia acabei pagando mais uma diaria completa. Esse periodo que fiquei paguei um roubo no valor de R$ 340,00, enquanto que antes de sofrer esse absurdo aumento o mesmo periodo custaria R$113,00. Como moro a 300 km o Rio devido a lomoção, tempo, segurança a facilidade de ir de carro para o Galeão é muito grande, sem comparação, imagina ir viajar com a familia, entre eles idosos, de onibus, taxi e ainda carregando várias bagagens, é isso que a Infraero quer, não está nem aí para os cidadões,deixar o carro alguns dias no aeroporto muitas vezes é necessidade e por isso não posso aceitar esse roubo no aumento e como foi informado pela Infraero que aumento tem por objetivo reduzir o numero de carros que ocupam por dias tais vagas.Como que um aumento em torno de 200% é legal? Tambem a administradora do estacionamento não informou e só fiquei sabendo do aumento na hora de pagar. Me sinto que fui assalto legalmente no estacioamento do Galeão.

—Usuário do WikiRio

Fui vitima de cobranca ABUSIVA de Verzani e Sandrini Park, a tal empresa que explora o estaciomanento do galeao. Período em que estacionei no aeroporto: 24 a 30 de novembro de 2011. Valor cobrado PAGAMOS A "BAGATELA" DE 305 REAIS ( CONTRA R$110 pagos pelo mesmo números de dias em junho deste mesmo ano)

—Usuário do WikiRio

Links relacionados


Conte com o WikiRio para ajudar a valer os seus direitos!