Prainha

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa


CONFIRA: Roteiro pelas praias selvagens da cidade do Rio de Janeiro

Ver também: Praias da cidade do Rio de Janeiro
Prainha

A Prainha fica dentro de uma Área de Proteção Ambiental na qual não são permitidas novas construções. Em função disso, a fauna e a flora do local são bastante preservadas, e ainda há um manancial de água doce e cristalina. O Parque Municipal Ecológico da Prainha tem diversas trilhas para caminhada que permitem ao visitante um contato mais próximo com a natureza.

A estrada sinuosa dá acesso à Prainha passa por um mirante de visual incrível. A paisagem exuberante dali avistada fornece ao observador a sensação inusitada de estar numa praia selvagem cravada dentro de uma metrópole de milhões de habitantes como o Rio de Janeiro.

A faixa de areia clara tem cerca de 150 metros que se estendem entre o maciço da Pedra Branca e o oceano Atlântico. A ação do homem é pouco sentida no local e para chegar à praia passa-se por figueiras e paineiras.

O mar é azulado e transparente. Não há qualquer tipo de contaminação das águas, justamente por não haver moradores instalados ali. A balneabilidade, junto com a da vizinha Grumari, é sem dúvidas uma das melhores do Rio de Janeiro. A qualidade da água é irretocável, segundo o relatório de qualidade do mar divulgado pelo INEA. As ondas, com 3 metros em média, são muito procuradas pelos surfistas e o local sedia alguns campeonatos (Master Prainha, Hurley Pro, entre outros).

Além dos surfistas, a frequência local é de praticantes de outros esportes ligados ao mar, jovens descolados e personalidades variadas do meio artístico e político atraídos pela beleza do lugar.

A estrutura de atendimento aos frequentadores é relativamente precária quando confrontada com aquela encontrada na maioria das praias do Rio – há dois quiosques e um estacionamento – fator este que deve ser previamente levado em conta por quem vai ao local. Se não há mordomias em abundância, há por outro lado a compensação de uma flora exuberante e do mar de águas cristalinas.

Bandeira Azul - Certificado Internacional de Qualidade


A Prainha é a primeira praia do Rio a receber a Bandeira Azul, símbolo internacional que indica a qualidade da praia. Entregue pela ONG Foundation For Environmental Education (Fundação para a Educação Ambiental), a certificação é dada a praias e áreas costeiras que cumprem 33 exigências divididas em quatro áreas: educação e informação ambiental, qualidade da água do mar, segurança e gestão ambiental.

Como chegar

A prainha fica logo depois da praia da Macumba, e é vizinha do bairro de Grumari. Chega-se a ela pela Avenida Estado da Guanabara, depois do Recreio dos Bandeirantes, de carro ou no Surfbus.

  • De Surfbus - Ônibus especial para até 30 surfistas – com acomodação para 12 pranchões, 15 bodyboards e 20 pranchinhas – que circula das 7:00h às 19:00h e tem guias trilingues. O Surfbus tem 4 horários de saída do Largo do Machado em direção à Prainha, e 4 horários no sentido inverso (última saída da Prainha é às 17:30h).

Onde Ficar

Há uma grande oferta de hotéis, pousadas e flats no Recreio dos Bandeirantes, que é próximo à prainha.

Onde comer

No Quiosque do Pedrão e Quiosque do Brother, que servem pratos variados e petiscos, lanches naturais e o sempre presente açaí.


Endereço

Avenida Estado da Guanabara, - Recreio dos Bandeirantes (Zona Oeste) - Rio de Janeiro
Carregando mapa...