Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Museu de Arte Moderna

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) foi criado em 1948 nos mesmos moldes do Museum of Modern Art (MoMa) de Nova York, assim como o Museu de Arte Moderna de São Paulo. Instalado em área privilegiada, nos jardins do Aterro do Flamengo, próximo ao Aeroporto Santos Dumont, e às margens da Baía de Guanabara, o museu é uma das mais importantes instituições culturais do Brasil. O prédio modernista, com 130m de comprimento e 25m de largura, representa um marco na arquitetura brasileira, resultado das linhas retas do arquiteto carioca Affonso Eduardo Reidy e do projeto paisagístico de Roberto Burle Marx. A atuação conjunta dos dois é, em grande parte, responsável pela fama internacional do museu.

O MAM é uma organização particular sem fins lucrativos, fruto das transformações econômicas e culturais vividas pelo Brasil no segundo pós-guerra, em que se observou a diversificação dos equipamentos culturais deste país, a aquisição de um valioso patrimônio artístico e a assimilação das correntes artísticas modernas.

Palco de diversos acontecimentos de grande relevância na vanguarda artística brasileira, o museu conquistou ao longo de sua história uma coleção de arte moderna altamente representativa - a maior parte, entretanto, perdida no trágico incêndio de 1978, que destruiu obras de importantes artistas como Miró, Salvador Dalí, Max Ernst e René Magritte. O Museu de Arte Moderna, entretanto, mobilizou a solidariedade de centenas de pessoas em todo o mundo, o que foi fundamental para a recuperação de sua sede e de seu acervo.

Atualmente, o MAM possui um acervo de aproximadamente 11.000 obras, grande parte proveniente da Coleção Gilberto Chateaubriand, depositada em regime de comodato no museu em 1993. Esse acervo reúne esculturas e pinturas de artistas como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Lasar Segall, Portinari, Di Cavalcanti, Lygia Clark, Helio Oiticica e Franz Weissmann.

O museu continua sendo até hoje palco de importantes mostras de artistas nacionais e estrangeiros, e, além desse maravilhoso acervo, oferece ainda biblioteca, café, livraria, espaço para shows, o estrelado restaurante Laguiole e uma importante cinemateca, onde acontecem as mostras mais concorridas da cidade.

Atrações

O que fazer nas proximidades

Comer e beber


Endereço

Avenida Infante Dom Henrique, 85 / Parque do Flamengo - Centro (Zona Centro) - Rio de Janeiro
Carregando mapa...

Como chegar

  • De carro - Pode-se chegar pelo Centro e pelos bairros Glória, Flamengo e Botafogo.
  • De Metrô - Saltar na estação Glória ou Catete e caminhar até o local.
  • De ônibus - Circulam pelas proximidades do Parque do Flamengo as linhas convencionais:
    • Em direção à Zona Sul - 107, 119, 136, 154, 157, 158, 176, 179, 409, 401, 433, 438, 464, 472, 572, 2011 e 2014.
    • Em direção ao Centro - 127, 136, 179, 119, 438, 464, 158, 176, 157, 2014, 409, 410, 472, 154, 433, 1135, 2011 e 2013.


Mais informações

  • Telefones: (21) 2240 4944 e (21) 2240 4899
  • Horários de Funcionamento (podem sofrer modificações): terça à sexta, de 12:00h às 18:00h. Sábado, domingo e feriados, das 12:00h às 19:00h. A bilheteria fecha 30 minutos antes do término do horário de visitação.
  • Site

Não encontrou a informação que procura?
Nos envie sua dúvida e lhe responderemos o mais rapidamente possível. E você ainda estará nos ajudando a tornar o WikiRio ainda mais completo.

Entre em contato com o WikiRio


ATENÇÃO: AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO FRUTO DO ESFORÇO DOS COLABORADORES DO SITE E OS DADOS ORA DISPONIBILIZADOS, PODEM CONTER INCONSISTÊNCIA OU DESATUALIZAÇÃO. O WIKIRIO RECOMENDA QUE SE FAÇAM CONSULTAS EM OUTROS MEIOS COM O INTUITO DE CERTIFICAR-SE DAS INFORMAÇÕES SUPRACITADAS.
Para saber mais sobre nossa política de conteúdo, clique aqui.