Barra de Guaratiba

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

COMO CHEGAR | HOSPEDAGEM | ATRAÇÕES | COMPRAS | BARES e RESTAURANTES | SEGURANÇA

Ver também: Ilha de Guaratiba e Pedra de Guaratiba
Esta página é um esboço
Este artigo possui pouca informação e precisa que os usuários ajudem a expandi-lo. Por isso, se você souber de alguma informação que possa ser útil, pedimos que colabore. A sua contribuição será traduzida para outros idiomas e você estará ajudando pessoas do mundo inteiro!

Você pode inserir novas informações com muita facilidade. Para isto basta clicar em Editar que está localizado na parte de cima desta página, e começar a escrever.

Barra de Guaratiba

Ponte que liga o continenta à Restinga de Marambaia.
Sitio Roberto Burle Marx .

Distante cerca de sessenta quilômetros do Centro do Rio de Janeiro e trinta do subúrbio de Campo Grande, Barra de Guaratiba é um dos mais belos e encantadores recantos da região. Quem a vê pela primeira vez fica maravilhado. Quem já a conhece não se cansa de contemplá-la.

Ao adentrar na Barra de Guaratiba, vê-se em primeiro plano, as pontes que ligam a região á Restinga da Marambaia e mais adiante o morro da Espia, de onde se descortina o horizonte, e, embaixo, a sua pequena praia banhando o pé do morro.

Do morro da Espia, com o mar agitado, vê-se um imenso lençol de espuma causado pelas constantes ondas que quebram e rolam até guiriri (espécie de planta que cobre toda a extensão da restinga e produz pequenos cocos), época em que os surfistas aproveitam para estar na crista de todas as ondas, ou penetrando nos “tubos” que ali se formam.

Com o mar morto, a enseada da praia da Barra de Guaratiba serve de porto para as embarcações, principalmente as traineiras que são ancoradas durante as horas de folga dos pescadores.

Na praia, o intercâmbio das canoas e barcos que saem e chegam para a pesca ou passeio é um espetáculo de encher os olhos de quem vê. A acolhida e hospitalidade de seu povo completa a sua beleza.

Linda paisagem possui a região e já tem servido de cenário para filmes e novelas. Uma “cidade cenário” foi fundada ali pela TV Globo, e casas comerciais já usam o nome “Gabriela”, que deu título a uma novela. Artistas famosos freqüentam a cidade e consequentemente também Guaratiba, prestigiando sobremaneira os seus habitantes.É onde fica localizado o Sítio Roberto Burle Marx, que foi doado á fundação Nacional Pró-memória pelo seu fundador.

Desde os seus primórdios há o que contar. Lugar pequeno e pacato, tudo que acontecia era comentado de esquina em esquina. As reuniões sociais se verificavam nos cultos religiosos ou nas tocatas (ciranda ou bares), nas casas dos amigos, e, uma vez por ano, nas festas dos Padroeiros: Nossa Senhora das Dores, que é venerada em sua igreja, na Barra de Guaratiba; nossa Senhora da Saúde em sua igreja no alto do morro da vendinha, a mais antiga; São Pedro- protetor dos pescadores- é festejada também nas praias e constitui numa das melhores festas pelas competições que programam: natação, remo, procissão marítima, cabo de guerra, futebol entre casados e solteiros e inúmeras outras brincadeiras; São Sebastião, no dia vinte de janeiro, é festejado em qualquer uma das igrejas não faltando, em todas elas o leilão de prendas.

A veneração aos santos padroeiros é seguida de maneira especial, já vindo dos antigos seguimentos a esse preceito religioso, pela maneira como começou a ser instalada a população da Barra de Guaratiba.

CURIOSIDADE


No dia 17 de agosto de 1710, uma frota composta por seis embarcações e um número entre 1000 e 1500 corsários franceses tentou entrar no estreito gargalo da Baía da Guanabara. Lógico que o objetivo deles não era nem um pouco amistoso. Corsários eram piratas, digamos, “oficiais”, pagos pelos seus respectivos reinos para invadir e saquear territórios inimigos. À frente da esquadra estava Jean François Du Clerc, audacioso comandante nascido na ilha de Guadalupe, no mar do Caribe, e que adquirira grande fama pelas várias vitórias conseguidas contra portugueses e ingleses em acirradas batalhas navais.

Repelidos pelos canhões da Fortaleza de Santa Cruz, os franceses seguiram rumo ao litoral oeste da cidade. Saquearam algumas fazendas e igrejas na Ilha Grande e na Ilha da Madeira, não sem reação dos moradores, que mataram e feriram alguns dos invasores, e resolveram invadir a cidade pela Barra de Guaratiba, desembarcando naquela praia em 11 de setembro. Guiados por quatro escravos fugidos, saquearam novamente fazendas e igrejas (entre elas a de Santo Antônio da Bica, restaurada há algumas décadas pelo paisagista Burle Marx) e seguiram rumo ao centro da cidade, provalmente pelas montanhas de Jacarepaguá e da Barra da Tijuca.

Entrincheirados entre os morros da Conceição e de Santo Antônio, as forças de defesa comandadas pelo governador Francisco de Castro Morais, não impediram o avanço dos franceses, que chegaram no dia 19 e seguiram rumo por Santa Teresa até a altura do Largo do Carmo, atual Praça XV, onde ocorreram os principais combates. Os brasileiros eram liderados por Gregório de Castro Morais, irmão do governador, e pelo Frei Francisco de Meneses. Entre seus combatentes mais fervorosos, estavam os estudantes do Colégio dos Jesuítas, no morro do Castelo. Além de tiros, pedras e facadas, os franceses precisavam enfrentar as tinas de água fervente despejadas pelos moradores nas ruas estreitas da cidade.

Perdida a guerra, com um saldo de 300 franceses mortos e 500 feridos, 50 defensores mortos e cem feridos (números sempre estimados apenas), os franceses presos ficaram espalhados em alguns lugares da cidade. Du Clerc foi preso no Colégio dos Jesuítas, mas conseguiu ser removido para a casa do Tenente Tomás Gomes da Silva, na rua da Quitanda – um dos melhores sobrados da cidade na época. E aí acontece outro episódio obscuro de toda esta história, pois na noite de 18 de março o comandante francês foi assassinado na cama. Havia rumores de que Du Clerc andou se engraçando com algumas senhoras respeitáveis da sociedade carioca, entre elas a própria esposa do governador.

O caso nunca foi esclarecido e de certa forma foi vingado pela invasão de René Duguay-Trouin no ano seguinte, que só soube da morte de Du Clerc quando aqui chegou e que conquistou a cidade com extrema facilidade, exigindo um resgate altíssimo para ir embora. As falhas do governador na defesa da cidade durante esta segunda invasão lhe valeram o afastamento do cargo e a fama de covarde e ineficiente na defesa da cidade.

Moradores do bairro

Composto por moradores de classe média e média alta.

Ruas mais valorizadas

  • Estrada Roberto Burle Marx

Segurança

  • Evitar fazer trilhas sozinho.

Internet

  • Redes wi-fi disponíveis
    • LOCAL
  • Lan Houses

Atrações do bairro

  • Centro Gastronômico - O Bairro de Guaratiba compreende a Ilha de Guaratiba, Pedra de Guaratiba e Barra de Guaratiba. O lugar, conhecido como centro gastronômico, possui vários restaurantes rústicos na beira da estrada onde servem-se crustáceos, frutos do mar e deliciosas peixadas. Recebem o nome das cozinheiras, mulheres dos pescadores da região, que no início da exploração desse tipo de comércio davam nome ao restaurante, tais como: Tia Palmira, Tia Penha, Tia Joana, Mineira etc. Situa-se em região de reserva ecológica, cercada por praias, entre uma restinga, manguezais e a mata atlântica.

Atrações turísticas

  • Sítio Roberto Burle Marx - Escrever uma breve descrição do local.
    • Endereço: Estrada Roberto Burle Marx, 2.019
    • Telefone: (21) 2410-1412
    • Email: sitioburlemarx@sitioburlemarx.com.br
  • Igreja Santo Antônio da Bica - Foi erguida em 1690 pelo capitão-mor Belchior da Fonseca Dórea e hoje pertence ao Sítio Burle Marx. Quando houve a invasão francesa por Guaratiba, em 1710, este templo foi saqueado e incendiado pelos invasores comandados por Duclerc.
    • Telefone: (21) 2410-1412
    • Email: sitioburlemarx@sitioburlemarx.com.br
  • Restinga da Marambaia - A restiga da Marambaia e ILha está localizada na Baía de Sepetiba e possui uma área de 81 KM² e é separada no continente pelo Canal do Bacalhau em Barra de Guaratiba. A Ilha pertenceu ao Comendador Breves que deixou como herança para sua viúva e em 1891 , a Ilha foi vendida à Companhia Promotora de Indústrias e Melhoramentos. Mais tarde, em 1896, por ocasião da liquidação forçada da referida Cia, a propriedade da Ilha foi transferida para o Banco da República do Brasil.No início do Século XX a união adquiriu a ilha com todas suas benfeitorias e em 1906 a ilha foi colocada a disposição da Marinha.
  • Visitas:: Somente com autorização da Marinha.


  • Alambique da Fazenda Maxicana - O alambique de cobre da Fazenda Maxicana foi projetado por engenheiros, utilizando a mais moderna tecnologia para obtenção de uma aguardente pura. Vale a pena uma parada para degustação da bebida e conhecer seu restaurante.
    • Endereço:Estrada Velha da Barra de Guaratiba, 2013.Barra de Guaratiba - Rio de Janeiro - RJ
    • Telefone:(0xx21) 2410-3266 / 9983-1462
    • E-mail:maxicana@maxicana.com.br
    • Website:http://http://www.maxicana.com.br/

Comprar

  • LINK 1 - Escrever uma breve descrição do local.
  • LINK 2 - Escrever uma breve descrição do local.
  • LINK 3 - Escrever uma breve descrição do local.

Comer e beber

Bares
  • Bar Xodó - Bar histórico com muitas curiosidades e revelações sobre a região
    • Endereço: Canto da praia em Barra de Guaratiba.
Restaurantes
  • Tia Palmira - Restaurante de culinária brasileira com um ambiente simples, porém charmoso. Depois que ficou famoso aumentou muito os preços e, segundo relatos, perdeu um pouco da qualidade.
    • Endereço: Caminho do Souza, 18 - Barra de Guaratiba
    • Telefone: (21) 2410-8169
  • Tia Penha
    • Endereço: Estrada Roberto Burle Marx , 10.815
    • Telefone: (21) 3427-5541 / 2410-1425
Lanchonetes
  • Lanchonete1
  • Lanchonete2

Vida Noturna

<mediaplayer>http://www.youtube.com/watch?v=Wy2Y5fzAcPs</mediaplayer>

Onde se hospedar

Hostel

Econômico

Turístico

Luxo

Lugares importantes no bairro

Onde fica

Entre Recreio dos Bandeirantes, Pedra de Guaratiba e Ilha de Guaratiba

Como Chegar

Descrição acerca dos transportes coletivos que circulam pelo bairro.

Como chegar a partir da Rodoviária Novo Rio

  • De trem -
  • De Metrô -
  • De ônibus - / Tarifa: R$3,40 (sem ar) e R$3,40 (com ar)(valores de janeiro/2015)
  • De carro -
  • De táxi -
  • De van -

Como chegar a partir do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim

Como chegar a partir do Aeroporto Santos Dumont

Como chegar a partir de Niterói

Mapa do bairro

Carregando mapa...

Mais informações

  • Associação de moradores
    • Telefone: (21)
    • Site: XXXXXXXXXX
    • Email: XXXXXXXXXX
  • Polícia:
    • Endereço:
    • Telefone: (21)
  • Bombeiros: 193
    • Endereço:
    • Telefone: (21)
  • Hospital
    • Endereço:
    • Telefone: (21)

Ligações Externas

Não encontrou a informação que procura?
Nos envie sua dúvida e lhe responderemos o mais rapidamente possível. E você ainda estará nos ajudando a tornar o WikiRio ainda mais completo.

Entre em contato com o WikiRio


ATENÇÃO: AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS SÃO FRUTO DO ESFORÇO DOS COLABORADORES DO SITE E OS DADOS ORA DISPONIBILIZADOS, PODEM CONTER INCONSISTÊNCIA OU DESATUALIZAÇÃO. O WIKIRIO RECOMENDA QUE SE FAÇAM CONSULTAS EM OUTROS MEIOS COM O INTUITO DE CERTIFICAR-SE DAS INFORMAÇÕES SUPRACITADAS.
Para saber mais sobre nossa política de conteúdo, clique aqui.



Bairros do Rio de Janeiro

Bairros Turísticos

Barra da Tijuca - BotafogoCentroCopacabanaFlamengo - Ipanema - Leblon - Leme - MadureiraPaquetáRecreio dos BandeirantesSanta Teresa - São ConradoUrca

Bairros da Zona Sul

Botafogo - Catete - Copacabana - Cosme Velho - Flamengo - Gávea - Glória - Humaitá - Ipanema - Jardim Botânico - Lagoa - Laranjeiras - Largo do Machado - Leblon - Leme - Rocinha - São Conrado - Silvestre - Urca

Ilhas habitadas

Fundão - Ilha do Governador - Paquetá - Villegaignon

Bairros da Zona Centro

Bairro de FátimaCatumbiCentroCidade NovaEstácioGamboaLapaPaquetáRio CompridoSaaraSanta TeresaSanto CristoSaúde

Bairros da Zona Norte

Abolição - Acari - Água Santa - Aldeia Campista - Alto da Boa Vista - Anchieta - Andaraí - Bancários - Barros Filho - Benfica - Bento Ribeiro - Bonsucesso - Brás de Pina - Cachambi - Cacuia - Caju - Campinho - Cascadura - Cavalcante - Cidade Universitária - Cocotá - Coelho Neto - Colégio - Cordovil - Costa Barros - Encantado - Engenheiro Leal - Engenho da Rainha - Engenho de Dentro - Engenho Novo - Fazenda Botafogo - Freguesia da Ilha - Galeão - Del Castilho - Grajaú - Guadalupe - Higienópolis - Honório Gurgel - Inhaúma - Irajá - Jacaré - Jardim América - Jardim Carioca - Jardim Guanabara - Lins de Vasconcelos - Madureira - Maracanã - Marechal Hermes - Maria da Graça - Méier - Moneró - Muda - Olaria - Osvaldo Cruz - Parada de Lucas - Parque Anchieta - Parque Colúmbia - Pavuna - Penha - Penha Circular - Piedade - Pilares - Pitangueiras - Portuguesa - Praça da Bandeira - Praia da Bandeira - Quintino Bocaiúva - Ramos - Riachuelo - Ribeira - Ricardo de Albuquerque - Rio Comprido - Rocha - Rocha Miranda - Sampaio - São Cristóvão - São Francisco Xavier - Tauá - Tijuca - Todos os Santos - Tomás Coelho - Turiaçu - Usina - Vasco da Gama - Vaz Lobo - Vicente de Carvalho - Vila da Penha - Vigário Geral - Vila Isabel - Vila Kosmos - Vista Alegre - Zumbi

Bairros da Zona Oeste

Anil - Bangu - Barra da Tijuca - Barra de GuaratibaCamorimCampo dos Afonsos - Campo GrandeCidade de DeusColônia - Cosmos - CuricicaDeodoroFreguesia de Jacarepaguá - Gardênia Azul - GericinóGrumariGuaratibaInhoaíbaItanhangáJacarepaguá - Jardim SulacapJoáMagalhães BastosPaciênciaPadre MiguelPechincha - Pedra de Guaratiba - Praça SecaRealengo - Recreio dos BandeirantesSanta CruzSantíssimoSenador CamaráSenador VasconcelosSepetibaTanque - Taquara - Vargem GrandeVargem PequenaVila Militar - Vila ValqueireVila Kennedy