Acadêmicos do Engenho da Rainha

De WikiRio
Ir para: navegação, pesquisa

Acadêmicos do Engenho da Rainha

Ficha técnica 2017

Engenho da Rainha
Escola-madrinha Portela
Informações gerais
Presidente Bad Boy
Carnavalesco Diangelo Fernandes
Interprete oficial Lucas Donato
Igor Pitta
Diretor de carnaval Vinícius Rangel
Carlos Twister
Diretor de harmonia Alexandre Dias
Diretor de bateria Lion Arc
Rainha de bateria Ingrid Nascimento
Mestre-sala e porta-bandeira Diego Jenkins e Mônica Menezes
Coreógrafo Daniel Lack

Segmentos

Presidentes

Nome Mandato
Hércules Corrêa Felix 1988
Duarte Sérgio Alonso 1989
José Calderaro 1990-1991
José Antônio 1992-1994
Alice de Jesus Gomes Coelho 1995
Luis Fernando Abreu 1996-1998
Hélcio de Oliveira Paim Júnior 1999
José Antônio Pires 2004-2007
Luciano de Oliveira Araújo (Picapau) 2008-2011
José J.S. Junior (Bad Boy) 2012-atual

Rainhas da bateria

Nome Período
Marisa 2008-2010
Juliana Cristina 2011
Paulinha Cruz 2012
Priscila Oliveira 2013-2014
Caroline Lima 2015-2016
Ingrid Nascimento 2017-atual

Enredos

Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco(s) Intérprete(s)
1950 20° lugar Glória a Carlos Gomes
1951 15° lugar O sonho de um pescador
1953 Campeã 2 Glória à música brasileira
1954 17° lugar 1 Gigante pela própria natureza
1955 5° lugar 2
1956 4° lugar 2 Glória a Carlos Gomes
1957 7° lugar 2 Devaneios de um pescador
1958 14° lugar 2 Relicário histórico
1959 17° lugar 2
1960 10° lugar 3 Símbolos da pátria
1961 15° lugar 3 Metamorfose carioca Silvio Pedro
1962 3° lugar 3 No mundo dos sonhos Silvio Pedro
1963 13° lugar 3 Galeria de monarquistas e republicanos Silvio Pedro
1964 3 Rio IV centenário Silvio Pedro
1965 19° lugar 3 Rio em três fases Silvio Pedro
1966 8° lugar 3 O negro na civilização brasileira Silvio Pedro
1967 11° lugar 3
1968 20° lugar 3 Noite de sonho Silvio Pedro
1969 18° lugar 3 Exaltação a Machado de Assis Silvio Pedro
1970 10° lugar 3 Exaltação à Bahia Silvio Pedro
1971 14° lugar 3
1972 7° lugar 3 Festas da Bahia Silvio Pedro
1973 11° lugar 3 Brasil, 150 anos de independência Silvio Pedro
1974 4° lugar 3 Origem, vida e glória de um sambista Silvio Pedro
1975 16° lugar 3 O folclore carioca Hércules Dirceu
1976 15° lugar 3 Mar em tempo de carnaval Hércules Dirceu
1977 Campeã 3 Do milagre da miscigenação ao folguedo do maracatu Hércules Dirceu
1978 14° lugar 2 Criação do mundo, segundo os Carajás Laerte Bastos Miranda Dirceu
1979 13° lugar 2-A O carioca Laerte Bastos Miranda Dirceu
1980 3° lugar 2-A O garimpo Laerte Bastos Miranda Dirceu
1981 4° lugar 2-A O curioso mercado de Ver-o-Peso Laerte Bastos Miranda Abílio Martins
1982 5° lugar 2-A Terra de toda gente Laerte Bastos Miranda Polvinho
1983 Campeã 2-A Os alegres pregões do Paço Imperial Edson Mendes Polvinho
1984 5° lugar 1-B O Tuca Fuê Edson Mendes Polvinho
1985 4° lugar 1-B Não existe pecado do lado de baixo do Equador Edson Mendes Nilson Melodia
1986 4° lugar 1-B Ganga-Zumba - raiz de liberdade Elson Mendes Nilson Melodia
1987 6° lugar 1-B E o Rio amanheceu cantando Elson Mendes e Ricardo Ayres César do Vale
1988 8° lugar 2 De sete em sete pintando um sete Irany Rodrigues César do Vale
1989 4° lugar 2 Canta Brasil José Carlos Guerreiro Ciganerey
1990 6° lugar 1 Dan, a serpente encantada do Arco-íris Ricardo Ayres e Carlinhos de Andrade Ciganerey
1991 6° lugar 1 Meu padrinho Padre Cícero do Juazeiro do Norte, olhai pelo Cariri Carlinhos de Andrade e Arthur Alegria Ciganerey
1992 12° lugar 1 Mãe terra: e o homem refez a criação O mito do Engenho da Rainha Comissão de Carnaval Ciganerey
Luis Carlos Almeida, Ricardo Macedo e Marcos Santos
1993 10° lugar 1 Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar Jaime Cezário e Luís Almeida Ciganerey
1994 10° lugar A Entre festas e fitas Jaime Cezário Antônio Carlos e Carlinhos de Pilares
1995 9° lugar A Yolhesman Crisbeles - A república de Ipanema é um desbunde Jaime Cezário Ciganerey
1996 8° lugar A Anjo Azul Luis Fernando Abreu Ciganerey
1997 5° lugar B De Bufalo Bill ao cowboy, viva o peão brasileiro Luis Fernando Abreu Ciganerey
1998 5° lugar B Memórias de um Brasil Holandês Paulo Menezes Ciganerey
1999 9° lugar B De Cabral a Zito, Salve Caxias Arialdo Vilaça Russo Jacaré
2000 11° lugar B Nos 500 anos, o Engenho engrossa o caldo e mostra a cana Marcello Portella Antônio Carlos e Miranda
2001 7° lugar C Engenho da Rainha, 51 anos: Uma boa idéia Jorge Caribé Antônio Carlos
2002 4° lugar C Sonho de criança, um mundo colorido do reino do faz-de-conta Luís Cavalcante Jacaré
2003 4° lugar C Trevas e luz a eterna luta entre o bem e o mal Renato Cabral e Marinaldo Bezerra Jacaré
2004 3° lugar C São amados os Jorges brasileiros Marinaldo Bezerra Jacaré
2005 4° lugar C Rosa vernelha, rosa amarela, rosa branca rosa chá...Até Rosa barroca o carnaval dá Ricardo Machado Rico Leopoldina
2006 10° lugar C Na terra do samba o Engenho da Rainha faz a sucata virar luxo Sílvio Nascimento Rico Leopoldina
2007 12° lugar C Ganga Zumba, raiz da liberdade Comissão de Carnaval Rico Leopoldina
Denis Sacha, Vinícius Rangel e Luiz
2008 6º lugar D De braços abertos, o Engenho embala a África no berço esplendido Waldo Rocha e Cláudio Calixto Rico Leopoldina
2009 Campeã RJ-3 Doces lembranças Waldo Rocha e Cláudio Calixto Rico Leopoldina
2010 11º lugar RJ-2 Na calada da noite Carlos Silva Rico Leopoldina
2011 12° lugar C De Paulo da Portela a Nilo Figueiredo. Essa é a história Da escola de samba mais Brasileira, fazendo o vôo Com a Águia altaneira! Wenderson Silva Rico Leopoldina
2012 5º lugar D Minha alma canta... O Engenho da Rainha mostra. O orgulho de ser carioca! Dellauhá Cammpos Rico Leopoldina
2013 3° lugar C Do Rei do Black Music à Rainha da Massa Funkeira... Verônica Costa, sofrida mas guerreira Diângelo Fernandes Rico Leopoldina
2014 4º lugar B Do velho brejo, a Cidade do Amor... Belford Roxo, rumo a um futuro promissor! Leandro Mourão e Diangelo Fernandes Thiago Acácio
2015 10° lugar Série B Ojuobá: O vencedor se ergue além da dor! Diângelo Fernandes Antônio Carlos
2016 12º lugar Série B Salve, Rainha Diângelo Fernandes Antônio Carlos
2017 Série B Eu sou o samba Diângelo Fernandes Lucas Donato e Igor Pitta


Endereço

Rua Mário Ferreira, 257 - Engenho da Rainha (Zona Norte) - Rio de Janeiro
Carregando mapa...

Mais informações

  • Site: [http://]
  • Telefone: (21) 2407-8626

Ligações Externas

  • Consultar o verbete [1] no Wikipedia para saber mais sobre a história do local.

Escolas de samba do Rio de Janeiro 2017

Grupo Especial
Domingo: Paraíso do TuiutiGrande RioImperatrizVila IsabelSalgueiroBeija-Flor

Segunda: União da IlhaSão ClementeMocidadeUnidos da TijucaPortelaMangueira
Série A
Sexta: SossegoAlegriaViradouroImpério da TijucaParque CuricicaEstácioSanta Cruz

Sábado:RocinhaCubangoInocentesImpério SerranoUnidos de Padre MiguelRenascerPorto da Pedra
Série B
Terça: Vizinha FaladeiraCaprichososJacarezinhoCabuçuEngenho da RainhaTradiçãoPonteLeãoFavoEm Cima da HoraSanta MartaArameUnidos de Bangu
Série C
Segunda: Vila KennedyArrancoUnião de JacarepaguáBoca de SiriArrastãoLins ImperialVargensVigário GeralUnião de MaricáFlor da MinaCoroadoVila Santa TerezaSerenoLucas
Série D
Domingo: Alegria do VilarDendêVilla RicaMocidade da Cidade de DeusChatubaRosa de OuroManguinhosMocidade de InhaúmaNação InsulanaImpério da UvaMatriz de São JoãoDifícil é o NomeTupy de Brás de PinaCosmosAbolição
Série E
Sábado das Campeãs: Feitiço do RioAmarelinhoCosta VerdeUnidos do SalgueiroJardim BanguCabralMocidade de Vicente de CarvalhoBohêmios da CinelândiaEmbalo CariocaGatoImpério RicardenseChora na RampaColibriBoêmios de InhaúmaDelírioAcadêmicos de MadureiraBoi da IlhaImpério da Zona Oeste
Outros

ResultadosEnsaios técnicosDiscografiaCampeãs (EspecialSérie A - B - C - D - E)